Rádio Atalaia FM
Sexta, 07 de Agosto de 2020
82991770741
Atalaia Correio Atalaiense

Correio Atalaiense: Coluna#1

Como a oposição se comporta as mandos e desmandos de Chico Vigário no começo dessa corrida eleitoral.

03/03/2020 11h04
643
Por: Joao Mendonça Fonte: Comunicação em (des) Uso
Correio Atalaiense: Coluna#1

 

O projeto

A ideia da Coluna do Correio Atalaiense, criado por João Mendonça, é dispersar opiniões a cerca dos principais acontecimentos no mundo político dentro do contexto municipal de Atalaia. Com base nisso, vamos dialogar entre fatos, ideias e opiniões a cerca das principais figuras políticas e suas ações dentro dessa corrida política até outubro. Atalaia precisa de diálogo político, e esse é um dos passos que estamos dando a diante.

Chico Vigário tenta a reeleição em 2020. Diferente dos outros anos, Chico Vigário tem um adversário diferente do até então ex prefeito Zé do Pedrinho.

A atual situação

Carnaval chegou e com ele toda a folia de uma festa que a política que está no poder necessita para agradar o povo. Em um ano, o prefeito e toda sua equipe precisa tomar de volta a confiança do povo e o atual governante do município de Atalaia tenta a todo custo reconciliar com a população.

O atual cenário mostra essa estratégia defasada de Chico Vigário de fazer política com agrados mesquinhos — essa tão desafasada quanto a própria gestão interna. Primeiro fez-se festas em comemoração (?) ao aniversário de emancipação do município. O evento contou com atrações meia boca até o aguardado Luan Estilizado. Diante de uma praça lotada, o povo curtiu uma folia a muito tempo não vista no município. 

O engraçado foi a solução do publicitário para deixar claro que aquela festa é uma festa de Chico, e não de Atalaia. A solução consistia em colocar um telão onde uma gravação do secretário de fachada da cultura dizia — ou ao menos tentava — o que o prefeito tinha feito para o nosso município. Não sei quem teve essa ideia, mas gostaria de parabenizá-lo pela falta de bom senso e criatividade.

Diante disso, a festa em si foi um sucesso. Um sucesso no quesito evento, mas como propaganda política, creio que só se fez responsável em provar a ineficácia da retrógrada estratégiada velha política de Chico Vigário em comprar a população.

Porém, mesmo desatualizado, ele continua muito presente nas redes políticas do município. E isso é mais uma consequência do modo de agir de seus adversários do que uma dádiva política do agricultor de 59 anos. Entender como a oposição age diz muito sobre uma futura vitória e reeleição de Chico Vigário.

O antivigárismo

A oposição está desconcertada. Como na maioria dos municípios sem bases de ideologias fortes, o grupo que se opõe ao atual governo pouco se fala de ideias. O que eles vão de encontro é a postura e o desgoverno atalaiense, pouco se notando sobre projetos que abram o mercado de trabalho e diminua a violência. Isso é uma normalidade em Atalaia e em eleições municipais em geral.

Ceci Rocha, primeira dama do Pilar e atual secretária do governo de Renan Filho, é o nome mais forte para combater Chico Vigário a uma reeleição. Ceci é exaltada como uma esperança para mudanças à realidade triste e desgovernada da atual gestão.

Diante de sua popularidade, posso fazer uma analogia dessas duas figuras (Chico e Ceci) com as de Lula e Bolsonaro. Assim como em 2018, em que Bolsonaro surge como uma “nova cara”, a grande maioria das pessoas vêem em Ceci não uma boa alternativa para ser A prefeita, mas sim uma alternativa real de combater o governo de Chico Vigário, uma espécie de única saída. 

Se fomos cumprir veementemente essa analogia, o sentimento do antilulismo de 2018 seria como o “antivigárismo” agora em 2020 em Atalaia. Pois diante de tanto emparelhamento nas mais diversas camadas do poder público, a população um pouco mais esclarecida se viu boba as vontades das duas famílias que governam o município e que tomam pra si o dinheiro público para gastar como bem entender.Criou se um sentimento de repúdio as figuras Vigário. Assim como, dentro desse grupo do antivigárismo, há os que nem se quer acreditam em um candidato que trata mudanças dentro de Atalaia, desta forma procurando fora (do município) a alternativa. Aí entra Ceci Herman Rocha.

Entretanto a questão mais importante é como o antivigárismo age para criar uma figura messiânica em Ceci, assim como criou em Bolsonaro em 2018. Isso é perigoso pois cega o senso crítico e abre portas para o fanatismo político e a falta de bom senso. E isso é terrível!

Ainda sobre o antivigárismo, ele se relaciona também com o sentimento um tanto quanto xenofóbico de quem não faz parte dele. A maioria das pessoas que são contra Ceci pregam que ela não será uma boa alternativa, simplesmente por ser de fora do município. Em suma, não é uma total falácia. Porém se visualizar dessa maneira, vamos nos prender a escolher entre cabeças repetidas para ocupar o espaço político. Inclusive forças parlamentares atualmente em ação não fazem parte de um “grupo puro de Atalaia”. Ela pode votar em Atalaia, e isso já basta para poder se candidatar.

Quem defende o Chico, defende o governo municipal unicamente atalaiense.

Conclusão: bolhas

Ceci é a atual secretária do SECTI de Renan Filho. Além de primeira dama, sua força advém bastante das redes sociais, na qual ela conta com quase 100 mil seguidores (Instagram na data de 23 de fevereiro).

No fim, o que ocorre é que Ceci longe da comunidade, percebe Atalaia de um jeito irreal. As poucas vozes que chegam a ela são de críticas ao governo, criando um sentimento de alto repúdio da população a Chico, que é mentiroso. Essa bolha que enxergo em Ceci e seus coligados faz com que ela se tranque fora de diálogos e trambiques políticos essênciais por aqui. Há uma falta de debate. Uma longura entre a maioria da população com a candidata.

Em suma, o que quero dizer é que: existem bolhas. Fato. Porém Ceci entrou em uma que subestimam o poder de Chico Vigário em troca da realidade que Renato Filho faz no Pilar. Não só ela, como a maioria das pessoas que participam do antivigárismo. 

O governo de Renato Filho tirou Pilar de situações alarmantes no índice de violência e desemprego. Mas o que o povo tem que entender é uma coisa muito simples: Atalaia não é Pilar e nunca será. Atalaia tem um sistema econômico público diferente do Pilar, assim como suas bases sociais e políticas que perduram por anos.

Então esperar que Cecília faça um trabalho igual ao do seu marido aqui em Atalaia é utópico. Torcemos para que ela, caso ganhe, faça diferente e impulsione Atalaia para cima de um jeito diferente, pois se usar os mesmos métodos, os resultados não serão iguais.

Uma solução para o combate ao Chico é uma real interação de Ceci com o público e as comunidades, além de uma coligação com forças que também fazem parte da oposição. Ceci iria ganhar muito mais força coligada com poderes locais. Mas por enquanto, com a oposição desconcertada e incerta, Chico Vigário, mesmo com um baixo índice de aprovação, continua forte e pronto para mais uma vitória.

Leia também em:

https://comunicacaoemuso.home.blog/comunicacao-em-des-uso/

 

 

 

João Mendonça
Sobre João Mendonça
um jornalismo com cara de Atalaia em parceria com correio Ateniense trazendo as principais noticias locais com credibilidade e parcial direto de Atalaia sempre levando informação a toda comunidade local
ATALAIA - AL

ATALAIA - Alagoas

Sobre o município
Atalaia - AL
Atualizado às 11h44 - Fonte: Climatempo
28°
Muitas nuvens

Mín. 21° Máx. 28°

29° Sensação
26.9 km/h Vento
55.4% Umidade do ar
60% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (08/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 28°

Sol e Chuva
Domingo (09/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 28°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias