Rádio Atalaia FM
PLATAFORMA CHOP
DOAÇAO DE ORGAO GOV NOVO
CLIMA TRENSO NO CSA

Argel comenta goleada sofrida pelo CSA: 'Palmeiras não é do nosso campeonato'

Argel comenta goleada sofrida pelo CSA: 'Palmeiras não é do nosso campeonato'

27/09/2019 10h32Atualizado há 3 semanas
Por: ADMINISTRADOR
Fonte: GE
2.725
(Imagem: RODRIGO GAZZANEL/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)
(Imagem: RODRIGO GAZZANEL/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)

A goleada sofrida pelo CSA para o Palmeiras, por 6 a 2, foi analisada pelo técnico Argel Fucks ainda no Pacaembu. Após o jogo, o treinador destacou a grandeza do adversário, vice-líder do Brasileirão.

O Palmeiras não é do nosso campeonato

- Essa que é a grande verdade: é vice-líder, com o orçamento que tem, os jogadores que tem, agora claro que a gente sai chateado pela forma que foi. O Palmeiras mereceu a vitória, principalmente, no primeiro tempo, quando liquidou a partida.

Argel destacou a briga do adversário pelo título brasileiro.

- O adversário de um calibre muito alto, é um gigante. Aí quando você erra da maneira que a gente errou, principalmente no primeiro tempo, o Palmeiras não vai te perdoar. O Palmeiras está brigando pelo título, é vice-líder, está a três pontos do Flamengo, começou o jogo com seis pontos atrás, precisava do resultado. E aí acaba conseguindo o seu gol com cinco minutos e qualquer estratégia que a gente tinha de fazer o Palmeiras sofrer, de criar uma pressão em cima do adversário, não teve.

Ao analisar o jogo, Argel dividiu a apresentação do CSA em tempos distintos.

- Até começamos bem o jogo, aí tomamos um gol numa falha coletiva nossa, depois tomamos o segundo gol também numa falha coletiva e, com 30 minutos, já estava 3 a 0. Então o Palmeiras liquidou a partida no primeiro tempo. Depois, tomamos o 4 a 0 no acréscimos do primeiro tempo - disse.

O treinador destacou o belo gol de Apodi, de fora da área, e a atuação do time na etapa final.

- Aí no segundo tempo foi outro jogo. Se você conseguir partir a partida em dois, no segundo tempo, foi 2 a 2. Conseguimos agredir um pouco mais o Palmeiras, tivemos um belíssimo gol do Apodi, que pra mim, foi a melhor coisa que aconteceu no jogo, tivemos o gol do Ricardo Bueno, uma bela cabeçada...

CSA teve muita dificuldade, principalmente no primeiro tempo — Foto: Marcos Ribolli

CSA teve muita dificuldade, principalmente no primeiro tempo — Foto: Marcos Ribolli

O técnico lembrou atuações anteriores do CSA e citou onde o seu time errou para sair de campo goleado no Pacaembu.

- Tudo o que acertamos nos últimos três, quatro jogos, erramos hoje. Essa é a grande verdade. O nosso goleiro não teve falha em nenhum dos seis gols que a gente tomou, foi muito mais cara a cara, chegando em cima dele. Então a gente reconhece que não fez uma grande partida, mas não podemos ficar remoendo. Nós temos que lamber a ferida, preparar todo mundo. Temos treinamento amanhã e temos que pensar nesse jogo de domingo contra o Santos, que a gente precisa pontuar, pelo menos.

O CSA volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Santos, às 16h, na Vila Belmiro. Com a derrota para o Palmeiras, o time alagoano caiu para a 18ª colocação no Brasileiro, com 19 pontos, e está na zona do rebaixamento.

*GE

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários