Rádio Atalaia FM
Terça, 15 de Junho de 2021
82993138001
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Isolamento na pandemia prejudicou diagnóstico de câncer de mama, dizem especialistas

Em debate promovido por três comissões da Câmara, o tempo de espera para exames e consultas foi considerado o maior empecilho para o diagnóstico pr...

28/05/2021 16h52
17
Por: ADMINISTRADOR Fonte: Agência Câmara de Notícias
ONG Oncoguia afirma que número de mamografias caiu pela metade entre 2019 e 2020 - (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)
ONG Oncoguia afirma que número de mamografias caiu pela metade entre 2019 e 2020 - (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)

A discussão sobre o tratamento do câncer de mama feita por três comissões da Câmara dos Deputados nesta sexta-feira (28), Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, mostrou que os avanços para a detecção precoce da doença passam principalmente pela diminuição do tempo para cumprir a chamada “linha de cuidado”. A audiência pública foi promovida pelas Comissões de Seguridade Social e Família; dos Direitos da Pessoa Idosa; e dos Direitos da Mulher.

Segundo os especialistas, o isolamento imposto pela pandemia de Covid-19 prejudicou a notificação dos casos de câncer de mama. Médica da ONG Oncoguia, Luciana Holtz relatou queda de 50% no número de mamografias de rastreamento entre 2019 e 2020; e 39% de diminuição na quantidade de biópsias. Para os convidados do debate, o tempo é o maior inimigo do tratamento.

Membro da Sociedade Brasileira de Oncologia, Max Manno afirmou que é preciso diminuir o que ele chamou de “jornada”, que se segue a partir da identificação de alguma anormalidade em uma mamografia.

“Depois disso, a paciente tem que marcar uma consulta com um mastologista. Aí ela vai à consulta, às vezes demora um pouco a marcação da consulta. Aí o mastologista vai pedir exames complementares, ultrassom, uma ressonância, vai pedir a biópsia. Aí o paciente vai marcar a biópsia. Depois tem o resultado do anatomopatológico, dependendo do local isso pode demorar até um mês ou dois. Aí o paciente volta ao médico, aí pede os exames do estadiamento da doença, aí o paciente é referido para um centro terciário, isso também leva um tempo”, enumerou.

Os debatedores lembraram da importância da lei aprovada pelo Congresso que limita em 30 dias o tempo de espera por um diagnóstico de câncer de mama e em 60 dias o período para iniciar o tratamento após o diagnóstico (Lei 1.3896/19).

A deputada Flavia Morais (PDT-GO), uma das autoras de requerimentos para a realização do debate, lamentou que ainda haja demora em algumas etapas do tratamento. “O Sistema Único de Saúde (SUS) é um avanço, mas o grande problema, o grande desafio é realmente superar esse tempo de espera que, para muitos procedimentos, ainda é muito grande”, disse.

Segundo os participantes da audiência, a demora faz com que muitas mulheres cheguem ao serviço de saúde com o câncer já em estágio avançado. Também foi salientada a diferença entre os sistemas público e privado em termos de acesso e opções de tratamento.

Integrante do Instituto Vencer o Câncer, o oncologista Manoel Souza deu o exemplo da quimioterapia oral, indicada em muitos casos, mas que não está disponível para todas as mulheres. “As pacientes demoram para fazer o diagnóstico, para chegar ao oncologista, para fazer radioterapia e, além disso, quando chegam para fazer o tratamento, elas ainda não têm as melhores opções para o seu tratamento”, relatou.

Diretora do Departamento de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Maíra Batista ressaltou que, em dezembro de 2020, uma portaria liberou recursos para o reajuste da tabela de procedimentos. Outras estratégias para a detecção de câncer de mama e de colo de útero neste período de pandemia, segundo ela, foram a reorganização da rede de atenção e oficinas de qualificação dos gestores para reprogramar a assistência no SUS, baseada nos parâmetros estabelecidos pelo Instituto Nacional do Câncer.

Atalaia - AL
Atualizado às 12h28 - Fonte: Climatempo
26°
Chuva

Mín. 21° Máx. 26°

27° Sensação
16.8 km/h Vento
69% Umidade do ar
90% (3mm) Chance de chuva
Amanhã (16/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Quinta (17/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias